WSC é PME Líder: o reconhecimento da qualidade e desempenho no setor

A Washclean Laundries, apesar do nome inglês, é uma empresa de capital 100% português que atua no segmento do tratamento da roupa para hotelaria há 12 anos.

Com sede no Barreiro, a sua área de intervenção é 90% em Lisboa, sendo os restantes na região limítrofe como a linha de Cascais-Estoril e Sesimbra. Defensores de um crescimento sustentado para não comprometer a capacidade de resposta e a qualidade de serviço, os dois sócios da WSC, Pedro Botelho e Manuel Ferreira, ambos profissionais com cartas dadas neste segmento, estão atentos a oportunidades de negócio fora da região de Lisboa.

Da origem até ser PME Líder
A oportunidade de criar a Washclean Laundries surgiu há 12 anos, após passagem dos dois sócios por outras empresas do ramo. Na ocasião consideraram que havia espaço no mercado para uma nova empresa do ramo, com capacidade e conhecimento, que reunisse as vertentes da locação – então não tão marcada como atualmente -, com as unidades de alojamento com roupa própria.

Quando começou, a empresa tinha 40 empregados. Hoje o coletivo é de 100 trabalhadores tendo sido certificada há seis meses como PME Líder. Um reconhecimento público da qualidade e do desempenho que a empresa tem vindo a construir ao longo destes anos e que vai procurar manter. O estatuto permitiu-lhe investir em novas máquinas que irão aumentar a capacidade de resposta da empresa das atuais 24 para as 32 toneladas o que irá permitir encarar o verão que agora chega com mais tranquilidade. Aliás o compromisso da WSC é manter a fábrica a funcionar enquanto houver “um guardanapo para lavar”.

Hoje a Washclean Laundries goza de uma solidez que traz tranquilidade, fruto da maturidade e experiência. A empresa, que opera em espírito de parceria, está consciente das expetativas dos clientes e do que eles esperam do seu serviço, isto é: quantidade de roupa, bem lavada com a qualidade exigida para poderem satisfazer os seus clientes. No seu portfólio a WSC tem 80% de clientes que optam pela locação, uma vez que é um tipo de contrato vantajoso para as unidades hoteleiras já que no arranque da operação o investimento é da WSC. O contrato prevê por parte da WSC um investimento que garante toda a rotação da roupa. Para o hotel as vantagens da locação são diversas, dado que não tem que fazer investimento na roupa, apenas tem de ter alguém que faça a gestão do negócio da operação. Tem a garantia de receber diariamente a quantidade de roupa que entregou na véspera e a vantagem da inventariação regular da roupa para saber qual é a que está fora do circuito e a que precisa de ser reposta. As reposições são feitas normalmente duas vezes ao ano de modo a manter os volumes estáveis ao longo do contrato. Os níveis de roupa são calculados em função do número de quartos e taxa de ocupação. Os contratos de locação têm um prazo mínimo de quatro anos tornando a fidelização do cliente na principal vantagem para a Washclean. A funcionar 365 dias/ano, toda a roupa é tratada de forma igual, independemente da classificação da unidade.

Empresa de compromissos ambientais e sociais
Numa época em que o cuidado com o ambiente e as responsabilidades sociais estão no topo das preocupações, a WSC assume-se como uma empresa que vê o seu compromisso com o ambiente e com a sociedade como um repto. A formação em engenharia química de Manuel Ferreira, um dos sócios e responsável técnico da empresa, ajuda a tornar a empresa mais ‘verde’.
Todos os produtos utilizados nas roupas são biodegradáveis e vão para a ETAR que está integrada no parque industrial onde estão instalados e que por si tem regras definidas no que toca ao tratamento das águas.
Além disso a WSC tem um sistema interno de recuperação de energia que permite não só evitar alguns problemas de poluição como ter ganhos de energia.
Também a utilização do túnel de lavagem,
considerado como um sistema eficiente, permite poupar em água, energia e detergentes. Em relação às máquinas de lavar, os túneis gastam um terço da água, um terço da energia e um terço dos detergentes, diz Manuel Ferreira.
Assumindo-se claramente como uma empresa que coloca em prática as preocupações com o meio ambiente, a WSC vai mais além do regulamentado, e isso está patente, por exemplo, na utilização dos Todos os dias existe o desafio de conciliar qualidade com quantidade, mas o compromisso exigido de qualidade é 100% assumido para toda a roupa que entra na WSC.

Plásticos
A utilização de embalagens de plástico é evitada ao máximo. A recolha e entrega das roupas é feita com capas em polyester que são retornáveis, laváveis e reutilizáveis. Atualmente apenas 5% dos clientes utilizam o plástico. Outro destaque em termos ambientais é a utilização do gás natural em lugar da nafta, que é mais poluente, e a utilização de GPS que permite a otimização das rotas das carrinhas que transportam a roupa.
Na vertente social a WSC tem uma parceria com a Rumo, organização que promove a integração de pessoas portadoras de deficiência, e emprega atualmente seis pessoas que acompanham a história da empresa desde o seu início.